No blog de Daniel Brito (UOL) –

O Brasil está se preparando para manter-se distante das ameaças de terrorismo nuclear durante os Jogos Olímpicos do Rio-2016. Para isso, contará com o apoio da AIEA (Agência Internacional de Energia Atômica das Nações Unidas) no fornecimento de equipamentos e com profissionais de segurança na área.

A agência da ONU (Organização das Nações Unidas) vai manter-se vigilante quanto a eventuais emergencias nucleares ou radiológicas que possam interferir no andamento dos Jogos Olímpicos e no bem estar dos turistas que estarão no Brasil. Além disso, cederá instrumentos de detecção de radiação para verificação de estádios e instalações esportivas, e apoio técnico no uso desses instrumentos e o compartilhamento de informações envolvendo tráfico ilícito e atividades não autorizadas de materiais radioativos.

O acordo foi assinado na semana passada no Rio de Janeiro, com o Khammar Mrabit, diretor da divisão de segurança nuclear da AIEA, e Renato Machado Cotta, presidente da CNEN (Comissão Nacional de Energia Nuclear) do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare