Mas o joguinho pra ser esquecido. Mas o técnico Tite, que gosta de contabilizar resultados, vai crescendo dentro dessa estatística que, de uma maneira bem fria, poderá um dia contar uma história positiva.
O Brasil de Tite perdeu pouco, quase não perdeu, mas quando perdeu, deixou uma imensa frustração. Foi na Copa, para a Bélgica, um jogo de erros bem previsíveis. Este ano, o time só levou 3 gols, dois deles da Bélgica. Ta bom pra você assim?
Mas hoje, na sexta vez que o Brasil pegou Camarões, ganhou 5 e perdeu um. É o melhor time africano, sem dúvida, mas é um freguês de caderninho. Tivemos o azar de perder Neymar com poucos minutos, mas essas coisas também podem ser importantes para testar a capacidade de todo o elenco.
Entrou Richarlison no lugar de Neymar e ele acabou sendo um dos melhores em campo. A seleção fez um primeiro tempo bem fraquinho, mas não chegou a ser ameaçada por Camarões. Melhorou depois do intervalo, mas está longe do ideal.
Não gostei de Alan, de Paulinho, de William, de Firmino e nem de Arthur, que foi bem contra o Uruguai, mas errou passes demais. E procurem por favor outro lateral direito, porque esse Danilo é uma espécie de Pará (Flamengo) que joga na Europa.
Em resumo: se o time estava meio estranho com Neymar em campo, ficou ainda mais esquisitão sem o nosso camisa 10.
Agora pode ter certeza: o técnico Tite deve ter encontrado todas as desculpas na entrevista coletiva para justificar  mais um baixo rendimento, mas – repare bem – ele não tem absolutamente nenhuma resposta para as perguntas que lhe fazem.
Segue o jogo.

4 Comentarios

  1. Essa seleção joga feio, é descompromissada e fracassada. Cheia de vitórias inúteis. Uma geração muito boa, jogadores talentosos, mas que mal treinados e com pouco empenho não vão nos dar título algum. Eu sinceramente não engoli ainda a eliminação para a Bélgica. 2018 foi horrível em termos de futebol e principalmente por causa da frustração proporcionada pela seleção. Acreditamos muito, torcemos, esquecemos o 7×1, deixamos a rivalidade de lado para enaltecer Tite e tudo mais, porém, não tivemos retorno algum. Muito triste essa situação. Não aguento essa galera passando pano pra Tite. Fosse outro técnico, já teriam pedido a cabeça. Tudo bem que ele tem moral, mas tudo tem limite. E ele não pode achar que pelo que construiu nos clubes onde passou, pode ficar tranquilo quanto ao que apresentar pela seleção. Queremos resultados. Ele não ganhou nada. Se não ganhar a Copa a América, e com louvor, o pau tem que cantar.

    • Fique tranquila! Se Tite não ganhar a Copa América, e ainda que a selenike seja desclassificada de forma invicta (nos pênaltis, por exemplo), o Adenor vai receber o bilhete azul com a incrível (possível) marca de dezenas de jogos com apenas uma derrota oficial (ou duas, se somarmos o amistoso com os marrentinos, ano passado)…acho justo, mas…chamar quem, o Little Phill? Eu não duvido de nada…tempos bocudos se avizinham. Só sei de uma coisa, se nada ganharmos nas próximas 3 Copas, que é o que importa, Neymala vai ser o “Zico do século XXI”…

      • Não sei quem podem chamar e apoio a permanência de Tite só por falta de opção. Mas ele tem que ser cobrado. A copa foi frustrante, e muito por causa do seu trabalho mal feito. Eu esperava mais. E, não sei se concordo com a alusão a Zico. Acho que o sentimento com relação à geração dele é diferente. Não há uma cobrança, mas uma sensação de injustiça por eles não terem ganho nada, pois apresentaram um bom futebol. Com essa atual, é diferente, pois vemos descompromisso e arrogância dos jogadores, e nem encantam com seu jogo. Neymar é amado, mas odiado também. Zico é uma unanimidade, pro lado bom.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare