No Estadão (Por Raphael Ramos) – Se algum jogador do Corinthians, durante a comemoração de um gol, vitória ou até mesmo título, esconder a marca da Caixa Econômica Federal estampada no seu uniforme, o clube terá de pagar uma multa e ainda corre o risco de ter o contrato de patrocínio rescindido pelo banco. Esta é a apenas uma das cláusulas que constam do contrato assinado por Corinthians e Caixa no último dia 13 de abril. O acordo é válido por um ano e garante ao alvinegro R$ 30 milhões.
Estado teve acesso ao documento de 18 páginas. A primeira multa prevista em caso de supressão da marca da Caixa é a doação de 50 cestas básicas para entidades assistenciais a serem indicadas ao banco. Em caso de reincidência, a quantidade dobra para cem. Depois, aumenta para 200 e, na terceira reincidência, sobe para 500. A quarta reincidência leva a rescisão do contrato.
corinthians_deve_renovar_contrato_de_patrocinio_sx

1 Comentário

  1. Está certo, é a hora de mostrar a marca da empresa. Mas ao mesmo tempo é difícil controlar o cara que quer extravasar né?

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare