Foi um bom jogo. O Flamengo jogou melhor no primeiro tempo, mas o Corinthians reagiu e foi superior depois do intervalo.
Mas o jogo acabou sendo decidido pelo VAR. Primeiro no pênalti em Vagner Love. Depois na dúvida sobre o impedimento de Gabigol.
O Timão, aliás, não tinha um pênalti marcado a seu favor há 52 partidas, sendo 48 oficiais e quatro amistosos. O último aconteceu em 17 de outubro de 2018.
Evidentemente que, para os corintianos, ficou um sabor amargo, quase de derrota, após levar o empate nos últimos minutos. O Flamengo festejou, porque foi a  21 pontos e diminuiu para cinco a distância para os líderes Palmeiras e Santos. Já o Timão segue patinando no Brasileirão: tem 16 pontos com um jogo a menos e vive a disputa por lugar na próxima Libertadores.
Os times agora voltam as atenções a torneios internacionais: o Rubro-Negro visita o Emelec (EQU) na quarta-feira (24) pelas oitavas de final da Libertadores, e o Corinthians pega o Montevideo Wanderers no dia seguinte, também nas oitavas, mas da Copa Sul-Americana.

17 Comentarios

  1. Por pouco não saímos prejudicados hoje do jogo, mas, felizmente, temos essa tecnologia maravilhosa que chegou para tentar amenizar as injustiças do futebol. Eu achei o empate justo!
    Agora partiu Libertadores!

  2. Infelizmente o time só joga bem, jogo grande. 1 mês treinando e pouca evolução!

  3. E esse Flamengo é mais mídia que futebol.

  4. Que ducha de água fria na 5ma11tianada. Tomar um gol aquela altura do jogo é de doer.

  5. O Barriu era para ter sido ecpulso no penalt em cima do Wagner Love, juiz amarelou, ou melhor, fraquejou.O flamingo foi beneficiado , mais uma vez em Itaquera. Agora levar uma hora, com todo equipamento, para ver que não estava impedido? É muita incompetência.

  6. Junior Urso voltou dessa paralisação, para a Copa America, com o cabelo todo estiloso, só que também com uma chuteira de salto alto, esqueceu de jogar, não defende, nem ataca, não corre, não salta de cabeca para não desmanchar o penteado, acho que merece um banquinho estofadinho, experime nte outro no lugar, Carrille.

  7. Esse VAR está me deixando desconfiado. Lance de impedimento não precisa de árbitro de VAR. Bastaria pôr técnicos em imagem 3D e escrutinar o lance quadro a quadro. Ninguém nega o calcanhar do defensor corinthiano, no lance apresentado como definitivo (aliás, como ocorreu no Maracanã, com o Danilo, no gol mulambo). A questão é: cadê o momento em que a bola saiu da cabeça do jogador do Meiguinho no mesmo quadro em que estava o Gaybigol? Isso seria indispensável, para podermos avaliar se congelaram a imagem no momento adequado! Alguém disse uma verdade hoje, na Jovem Pan: é preciso abrir os diálogos dos avaliadores (acho que não deveriam ser só árbitros, e, pra lance de impedimento ou gol, eles seriam até desnecessários). Se o Meiguinho perdesse hoje, iria desmoronar. A Globo não quer isso, pois precisa de um pé no Rio de Janeiro, para alavancar a audiência. Tentou fazer o mesmo na C do B, contra o Pathético, no Paraná, em que Diego Alves deveria ter sido expulso ainda no 1º tempo e não chamaram o VAR, surpreendentemente (ou não). O Corinthians ainda não teve nenhum lance de VAR a seu favor. Inclusive, quando deveria ser invocado – caso do jogo contra o Bahêa, os senhores se omitiram num pênalti claro, ainda que fora do lance…

    • Paulo, nem escanteio foi. Mas o VAR é uma coisa que não funciona no Brasil, e nem na América do Sul pela falta de honestidade.

      • Sério? Até o escanteio foi na mão grande? Olha, Vágner, estou ficando desconfiado! É uma pena, pois eu acreditava nisso. Acho que ainda dá pra salvar, mas as Federações e emissoras de tv têm que aceitar que nem sempre os grandes cheguem do jeito que elas intencionam. O VAR tem que ter maior transparência! Do contrário, sempre darão um jeito de manipular, seja no momento do passe (que eu desconfio que foi o caso de ontem e do Maracanã), seja chamando seletivamente o VAR, quando convier…

  8. VAR seria a sigla de Vai Arranjar Resultado?

  9. Aqui no Brasil e na América do Sul, caí muito bem o significado dessa sigla.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare