Captura de Tela 2018-01-11 às 05.55.16
Numa fase em que há um certo complexo de inferioridade em relação ao futebol europeu, a vitória do Corinthians sobre o PSV da Holanda é sempre muito bem vinda. Ainda que tenha sido nos pênaltis. Ainda que seja num torneio amistoso, quase “caça-níquel”.
Com o brilho do goleiro reserva Caíque França, o jogo terminou 1×1 no tempo normal, mas  atual campeão brasileiro levou a melhor nas penalidades,  graças ao reserva.
Rodriguinho abriu o placar no primeiro tempo, enquanto Lammers marcou para os holandeses nos acréscimos da segunda etapa. Entre os reforços, o Corinthians teve as estreias de Juninho Capixaba e Júnior Dutra.
Soou como um aviso para os gringos: respeito é bom e a gente gosta.

6 Comentarios

  1. O bom dessa partida foi o 1º tempo, com o time titular (em tese). O 2º tempo foi bem sofrível, mas valeu, pra início de temporada…

  2. Interessante o desempenho do primeiro tempo, com uma semana de treinamentos enfrentando o líder do Campeonato Holandês, o Corinthians se saiu muito bem.

  3. Eu vejo muitos conentaristas rasgarem seda para os técnicos estrangeiros, sempre fui contrário a opinião que tecnicos Europeus ou de outro vontinente sejam melhores que os brasileiros, isso fica claro quando se enfrentam times brasileiros sub 20, sub 17 sub 15 etc…É nessas categorias que se igualam as qualidades dos atletas formados nos times.Agora comparar times que compram os melhires jogadores do mundo, formam verdadeiras seleções para enfrentar times bem mais modestos que mal dá para pagar salários, é no mínimo covardia. Seria como colocar um time grande de SP, RJ,RS, MG para efrentar um time do Amapá, Acre, Roraima, Amazonas, RO etc…

  4. Também tenho o seu grau de pachequismo, Marcondes. Mas pô, nem era a final, vamos com calma, né? Rsrsrsrsrs…

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare