Timão deixou de faturar R$ 2,5 milhões em março
Timão deixou de faturar R$ 2,5 milhões em março
Precisamente as 23h59min do dia 29 de fevereiro, terminou o contrato de patrocínio do Corinthians com a Caixa Econômica Federal.  O banco estatal pagava R$ 30 milhões ao e sinalizou nas negociações que gostaria de manter o valor.
O clube, porém, não aceitou, sobretudo depois que o banco passou a fechar contratos com mais equipes. O marketing alvinegro chegou a pedir R$ 37 milhões por ano, mas as conversas travaram.
Nos dias seguintes, surgiram notícias de que o clube teria um novo patrocinador. Seria um fundo de investimentos estrangeiro que também estaria interessado no naming rights da Arena.
Sabe o que aconteceu? Nada, absolutamente nada. E agora ficamos sabendo que o Corinthians deve aceitar a proposta da Caixa e renovar pelos mesmos R$ 30 milhões/ano do contrato anterior.
No sábado, na vitória sobre o Ituano, o time jogou com a camisa limpa, sem patrocínio, assim como em todos o mês de março. Ou seja, ao tentar ser “esperta”, a diretoria do Timão acabou dando um prejuízo de R$ 2,5 milhões ao clube.
É uma boa grana desperdiçada e irrecuperável. É mais ou menos como poltrona de avião. Se não tem passageiro, não tem dinheiro.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare