Na coluna #Fera, do Estadão – Marcelinho Carioca ganhou ação de danos morais contra o técnico Vanderlei Luxemburgo, mas não poderá ficar com o dinheiro que receberá. Solicitações de dois de seus credores, o Hospital Sírio-Libanês e o escritório de advocacia L. Coelho e J. Morello, foram acatadas pela justiça e os valores irão direto para eles, sem passar pelo ex-atacante. Marcelinho moveu processo por danos morais contra Luxemburgo por ter sido chamado de ‘safado’ e ‘moleque’ pelo técnico no programa de TV Por Dentro da Bola, da Bandeirantes, em 2007. Veja o vídeo no final da matéria. Em 25 de junho de 2019, a juíza Tonia Yuka Kôroku determinou que 15% do salário que Luxemburgo receber seja depositado pelo Vasco para pagar os R$ 351 mil que o ex-jogador venceu na ação. Mas, assim que a ordem de bloqueio dos salários do treinador saiu, o Sírio-Libanês e o escritório de advocacia pediram ao Tribunal de Justiça de São Paulo esses créditos, o que foi aceito nesta terça-feira. A ação do hospital é referente a uma dívida de Marcelinho após a internação da mãe, que faleceu – ele não teria pago o tratamento. Inicialmente, este processo era no valor de R$ 35 mil, mas após transitar em julgado, com vitória do estabelecimento em todas as instâncias, chegou a um total de R$ 115 mil com correção monetária, honorários e multas. Já o escritório de advocacia L. Coelho e J. Morello alega que Marcelinho não pagou os serviços jurídicos prestados e cobra R$ 1,5 milhão do atacante. Além dos salários, a firma também deseja executar um sítio com resort em Atibaia, que pertenceria ao ex-jogador.

2 Comentarios

  1. Houve uma treta maravilhosa entre Marcelinho e Luxa num programa de TV. Ri litros. Luxa é espertalhão e Marcelinho é mala demais. 🤣🤣

  2. Esses dois foram os responsáveis pela perda da C do B de 2001…

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare