Manchete do jornal L’Équipe abre espaço para o que eles chamam de “Desconforto de Cavani”. O uruguaio lamenta ver o seu prestigio e o tempo de jogo reduzidos, deste a chegada de Neymar. De acordo com ele, não é por motivos esportivos. Seu contrato vai até o final da próxima temporada, ele espera que a primavera para refletir sobre seu futuro.

8 Comentarios

  1. Como assim, tempo de jogo reduzido? Ele não briga com Neymala pela mesma posição… De qualquer forma, é um pouco constrangedor ver que o velho Malinha desestimula seus companheiros, pelo seu egocentrismo prantista exagerado. Ele, Pedalada, Gaybigol, Dieguinho, Neíltonada, Gelvanão, etc, etc, tudo pão do mesmo forno. É triste ver como o tempo conspira contra esses tipos (na verdade arquétipos prantistas, poderíamos dizer). Principalmente Neymala, talvez o melhor jogador (tecnicamente falando) que apareceu no Brasil no últimos 20 ou 30 anos. Um desperdício. Começo a achar, seriamente, que meu menino mais novo enxergou antes de mim o ocaso da carreira do Mala…

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare