Quando demitiu Givanildo, o presidente do América-MG, Alencar da Silveira, disse que precisava “modernizar” o time. Givanildo, campeão mineiro de 2016, foi vitima de uma sacanagem e nós denunciamos isso aqui no blog.

Pois agora, 43 dias depois, o português Sérgio Vieira perdeu o emprego, após ser goleado pelo Santa Cruz, em casa. E o que disse o cartola?

“Depois de um jogo desse, com a torcida insatisfeita, temos que mudar. Precisamos dar uma balançada e procurar o melhor para o América. O Sérgio não é mais o treinador. É um bom profissional e deixa as portas abertas, mas precisamos balançar”.

É um trapalhão.

Sérgio Vieira: 43 dias de fracassos
Sérgio Vieira: 43 dias de fracassos

1 Comentário

  1. Quem vai querer trabalhar assim? Com o presidente guiando pessoalmente o clube para a segundona?

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare