Um velho ditado nordestino proclama que “dinheiro não é tudo, mas é 100%”. O Flamengo, com o cofre abarrotado de grana, está montando um esquadrão respeitável. Se vai ganhar muitos títulos em 2019 é difícil dizer, mas, na ponta do lápis, esse time aí em cima – talvez com uma ou duas exceções –  é uma verdadeira seleção.

5 Comentarios

  1. TSc, tsc, tsc. Cheirinho de novo, crava Pai Paulo!

  2. Vamos ver, né, Marcondes? Flamengo é um timeco bem do pipoqueiro. E esse flopado Gabigol num é garantia de nada. Só joga no Santos. Logo que acenaram com a possibilidade de voltar ao clube, ele correu pra assinar com o timeco carioca. Mas é bom pra torcida ver que ele só pensa em dinheiro e no próprio umbigo. Flopado.

  3. De uma hora para outra vejo muita gente desesperada com os gastos que o Flamengo vem fazendo neste ano com as contratações. Mal sabem eles que isso é resultado de anos penosos de um trabalho realizado por um corpo dirigente altamente qualificado e com vasta experiência econômica que não difere muito do atual. Não são amadores que estão lá, são profissionais que entendem bastante de finanças. O atual presidente –
    Rodolfo Landim – é engenheiro, já foi superintendente da Petrobrás; já foi presidente executivo de 3 empresas do ramo petrolífero; já foi diretor de companhia internacional e, hoje, além de ser sócio-gerente da Maré Investimentos (banco de investimentos), preside a Ouro Preto Óleo e Gás (companhia de gás).
    Todo esse investimento na compra dos jogadores já estava previsto no orçamento do ano passado, e a diretoria está atenta ao teto salarial do Clube que, por hora, ainda não foi ultrapassado. Vem mais coisas boas por aí.
    Portanto, não há motivo dos antis se preocuparem tanto, a não ser, nos campos mesmo! rsrs

  4. Vamos aguardar, o tempo dirá se essa gastança surtirá efeito. Já vi esse filme antem em vários clubes, inclusive no Time do cheirinho.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare