locutor1No site Esporte e Mídia – A discreta presença no rádio esportivo brasileiro na Copa América Centenário, disputada atualmente nos Estados Unidos parece ter uma justificativa, segundo publicou o UOL, por Flávio Ricco: o preço cobrado pela Conmebol, algo em torno de US$ 90 mil. O montante fez com que todas, ou quase todas as emissoras, boicotassem a competição.
É notório que boa maioria das rádios está boicotando a Copa América e não tem feito os seus jogos, mesmo com o Brasil em campo. Uma das exceções atende pelo nome de Bandeirantes, segundo comunicado da própria emissora: “As rádios do Grupo Bandeirantes foram as únicas emissoras do estado de São Paulo que adquiriram os direitos de transmissão… e temos dois repórteres nas praças da competição nos Estados Unidos: Sergio Patrick e Estevan Ciccone”.

3 Comentarios

  1. Conmebol, é uma entidade corrupta, que visa somente lucros, paga mau para os clubes que disputa suas competições, e nunca se preocupa em melhorar a organização dos campeonatos que ela realiza.

  2. Quem ainda assiste rádio tendo TV e internet?

  3. Assim como na Copa de 2002, apenas a Bandeirantes ainda dá algum valor à cobertura do time das entidades nefastas do desporto. É um desperdício do excelente trabalho dos profissionais, considerando a importância de uma competição extemporânea, ainda mais quando se tem a Euro em andamento e o campeonato nacional de irracionalmente não parou.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare