A TV Globo não quer mais que os clubes produzam materiais próprios durante jogos do Brasileirão, e publiquem em suas redes sociais, informam Jeremias Wernek e Pedro Ivo Almeida, no UOL Esportes. Vídeos feitos pelos integrantes dos times no campo de jogo e publicado instantaneamente em plataformas como Twitter, Facebook e Instagram (como o reproduzido abaixo) estão proibidos a partir de 2019. A partir de agora, somente conteúdos audiovisuais da emissora poderão ser publicados nas plataformas. A discussão, iniciada há alguns meses, visava que tal medida fosse adotada a partir deste mês de novembro. Dirigentes, no entanto, conseguiram convencer os executivos da Globo para que a mudança só fosse executada na próxima temporada.
Em nota, a Globo lembrou de seus direitos exclusivos garantidos por contratos e explicou que disponibilizará um link de imagens em alta qualidade para que os clubes utilizem em suas redes sociais. “A medida preserva a qualidade das imagens do futebol que circularão nos ambientes sociais e, ao mesmo tempo, permite a clubes e torcedores acesso à maior e mais completa cobertura esportiva do país, com os principais lances dos jogos”, disse a TV. A decisão gerou incômodo em boa parte dos clubes. Muitos entendem que perderão os ares de “bastidores” em função das imagens genéricas fornecidas pelo canal.

2 Comentarios

  1. Maior e mais completa cobertura do país que, estranhamente, vem suprimindo os replays de certos lances, ou somente os exibindo após muito tempo do ocorrido, ao longo da transmissão da partida, após “análise” do comentarista de arbitragem. Rede Globo, exiba os lances, eu não preciso esperar pela opinião seletiva dos seus comentaristas!

  2. Estranha essa decisão. O normal seria que ela não permitisse a veiculação das imagens pelas suas concorrentes.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare