No jornal ‘Meia Hora’ – O Ministério Público do Rio de Janeiro anunciou, nesta segunda-feira, que irá indiciar os envolvidos no incêndio do Ninho do Urubu por homicídio culposo, que é quando não há intenção de matar. Entre os citados no processo, estão o ex-presidente Eduardo Bandeira de Mello, funcionários do clubes e da NHJ, empresa responsável pela manutenção dos contêineres.
Os indiciados são:

Danilo da Silva Duarte, engenheiro da NHJ;

Edson Colman da Silva, técnico em refrigeração;
Eduardo Bandeira de Mello, ex-presidente do Flamengo;
Fábio Hilário da Silva, engenheiro da NHJ;
Luis Felipe Pondé, engenheiro do Flamengo;
Marcelo Sá, engenheiro do Flamengo;
Marcus Vinícius Medeiros, monitor do Flamengo;
Weslley Gimenes, engenheiro da NHJ.

1 Comentário

  1. E é pra atormentar mesmo. Quem sabe assim, passam a ter mais responsabilidade com a vida humana. Como diz minha avó: o brasileiro só fecha a porta depois de roubado.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare