O jornal espanhol Ás resolveu cortar pela metade os gols de Pelé, a fim de facilitar uma suposta disputa com Messi como maior artilheiro da história do futebol. Veja o texto, assinado por um certo Javier Miguel :

Ahora mismo solo hay un jugador en la historia del fútbol que ha marcado más goles en un solo club que Leo Messi. Edson Arantes do Nascimiento, más conocido como O Rei Pelé, puede todavía enarbolar con orgullo la bandera de mantener vigente ese récord. Pese a que las cifras oscilan según las fuentes, la oficial recogida por el organismo de la IFFHS (Federación Internacional de Fútbol, Historia y Estadísticas) es de 643 goles en 757 partidos oficiales con el Santos.

Leo Messi suma, tras su hat trick ante el PSV Eindhoven, un total de 559 goles, repartidos de la siguiente manera: 387 en Liga, 103 en Champions, 48 en Copa del Rey, 13 en Supercopa de España, 3 en Supercopa de Europa y 5 en el Mundial de Clubs. El crack blaugrana ha necesitado 638 partidos para llegar a esta cifra de goles.

2 Comentarios

  1. Acho um mico esse tipo de disputa. Quem se garante não precisa ficar mendigando esse tipo de reconhecimento. Pelé vai continuar sendo quem é mesmo não tendo muitos desses gols oficializados e Messi não precisa dessa marca para se destacar ainda mais. Ele, para muitos, é o segundo maior jogador da história, perdendo só pra Pelé. Isso já é muita coisa. Ele deveria era cuidar de fazer alguma coisa pela Argentina. Valeria muito mais pro seu currículo que fazer mais gols que Pelé.

  2. Ué, mas pra ser melhor ele não teria que ganhar 3 Copas do Mundo? Rsrs…

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare