Nota do Flamengo, em resposta ao colunista do R7

“Esse rapaz que não conheço, está redondamente enganado.

O Flamengo é uma associação desportiva sem fins lucrativos. Portanto, é estúpida a defesa da tese de que visamos lucro de forma selvagem e só pensamos em dinheiro. Em uma empresa, a busca do resultado econômico-financeiro visa o enriquecimento dos sócios e eventuais pagamentos de bônus de performance aos administradores. No nosso Clube essa busca não é um fim, ela é apenas um meio para que possamos continuar a investir de forma melhorar continuamente o nosso desempenho na luta pelas conquistas esportivas. Na verdade, nós só pensamos é em títulos! Todo o resultado econômico é revertido em benefício do próprio Clube.

Não custa lembrar que eu e TODOS os VPs do Clube não ganhamos um centavo sequer por todo o nosso trabalho e dedicação ao Flamengo.

Tentar criar a imagem minha e dos demais membros da diretoria como homens frios, calculistas e sem coração é parte do processo de desconstrução do Flamengo que temos visto em diversos níveis. Nosso sucesso esportivo, o aperfeiçoamento contínuo dos nossos mecanismos de gestão e o enfrentamento que temos feito de problemas crônicos que atrapalham o crescimento do futebol brasileiro tem incomodado muita gente e mexido com interesses de poderosos. É óbvio que os ataques iriam ocorrer.

Mas eles podem continuar a falar o que quiserem e tentar denegrir a minha imagem com mentiras e meias-verdades. Simplesmente, eles ainda não entenderam que encontrarão aqui alguém disposto a ir até às últimas consequências para honrar o compromisso que assumiu ao se tornar presidente do Flamengo, levar o Clube de volta ao topo do mundo.

O sucesso e a competência geram muitos ciúmes, mas podem acreditar que existe uma grande maioria silenciosa que nos admira e que adoraria poder ter participado do processo de resgate da esperança e orgulho do torcedor do Flamengo nos últimos tempos.

Todo dia quando saio às ruas e vejo as centenas de pessoas vestindo orgulhosamente o manto sagrado, vejo que todos os nossos esforços e dedicação foram mais do que compensados. Não tem dinheiro que pague essa minha felicidade.”

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare