Primeiro dia de treino do Corinthians em 2017, os dirigentes e jogadores foram recepcionados com gritos de guerra que são aterrorizantes:

“Alô, Andrés, não sou otário. Eu quero ver as contas do estádio”;

“Ladrão, devolve o Coringão pro povão”;

“Eu to falando, o time tá uma merda e o presidente viajando”;

“Se gritar pega ladrão não fica um, meu irmão”

 “Não é normal, gastou mais de 1 bilhão quero ver nota fiscal”;

“Não é mole não, essa Arena está falindo o Coringão”

captura-de-tela-2017-01-11-as-18-30-09

1 Comentário

  1. Roberto de Andrade, pior presidente da história do Timão, esse aí não é corinthiano!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare