‘Eu falei com os caras, sério mesmo, vamos meter uns quatro nesse Boca, ali atrás a gente vai segurar, vai ser parecido com a La U, mas com a La U foi sete, não precisa de sete, não. Mas que a gente vai entrar à flor da pele, firme, concentrado para fazer um grande jogo. Mas, calma aí, passo a passo, nosso primeiro objetivo é fazer o primeiro gol. Depois, dois. E assim seguimos em frente”
Essa declaração super-otimista do lateral Egidio à Rádio 98 FM, de Belo Horizonte, está sendo explorada pela mídia argentina para injetar ânimo ao Boca, no jogo da volta pela Libertadores, na próxima quinta-feira.

1 Comentário

  1. Difícil. Se o Juninho perder essa classificação pode-se considerar o fim da mística marrentina…

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare