2-19
Nas casas de apostas da Europa, o Brasil desponta como franco favorito para conquistar a Copa do Mundo da Rússia. E é exatamente aí que mora perigo. Em 2014, dez entre dez casas de apostas também cravaram a nossa seleção como provável vencedora. 
 
Tomamos aquele sopapo de 7×1, conseguimos ressurgir das cinzas (graças ao técnico Tite, diga-se), e há um sentimento generalizado dentro da equipe para dar uma resposta ao mundo.
 
Sinceramente, eu preferia que a seleção brasileira não assumisse essa postura de favorita. Isso nunca é bom. Na maioria as vezes, deixa o time meio acomodado.
 
Entretanto, de acordo com sites internacionais como 1xbet.com (Rússia), bet365.com (Britânico), betsson.com (Suécia) e oddsshark.com (Portugal), o Brasil é o principal candidato ao título, seguido por Alemanha, Espanha e França. 
 
Atualmente, o valor pago nas casas de apostas é R$ 5,00 para cada R$ 1 apostado no Brasil, o que significa 450% de lucro. A Alemanha também está muito bem cotada e paga R$ 5,50, a Espanha paga R$ 7,00 e a França R$ 7,50. Apenas um site aponta os alemães como favorito, que é o Bodog, do Caribe.
Seja o que Deus quiser.

4 Comentarios

  1. Eu acho que Tite é muito macaco velho para entrar nesse oba-oba. Não acredito que vá entrar de salto alto e vai blindar os jogadores dessa euforia toda. Fosse um Luxa ou Felipeco eu ficaria preocupada, mas Tite sabe trabalhar isso.

  2. Tem razão, algumas seleções , como dizem os mais antigos, escondem o leite.

  3. Acho que o problema não é ser favoritismo, em si. É algumas seleções estarem escondendo o jogo. Temos que ter atenção! Um jogo põe tudo a perder…

  4. Acho que o problema não é o favoritismo, em si. É algumas seleções estarem escondendo o jogo. Temos que ter atenção! Um jogo põe tudo a perder…

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare