No UOL Esportes (Por Guilherme Palenzuela e Pedro Lopes) –  Algo que foi negado durante meses dentro do São Paulo agora está confirmado: Cinira Maturana da Silva, namorada do ex-presidente renunciante Carlos Miguel Aidar, esteve na Espanha e acompanhou as negociações fracassadas do zagueiro Rodrigo Caio com Valencia e Atlético de Madri, em 2015. Na ocasião, o clube não enviou nenhum representante da diretoria; não foi o vice Ataíde Gil Guerreiro, o diretor Rubens Moreno ou mesmo o então CEO Alexandre Bourgeois. Além do advogado Alexandre Pássaro, Cinira foi a única pessoa ligada à direção são paulina na comitiva.

UOL Esporte obteve um e-mail de autoria de Maturana, além de depoimentos que mostram que a companheira do ex-presidente acompanhou de perto o andamento das negociações. Segundo Gil Guerreiro, em depoimento ao comitê de ética do clube, Cinira ainda teria tido a hospedagem em Madri paga pelo São Paulo. A viagem foi mais um episódio em uma série de polêmicas envolvendo a namorada de Aidar, que incluíram um contrato de comissão de 20% sobre negócios levados ao clube e participações em negociações de patrocínio. Os fatos serão subsídios para reunião do conselho deliberativo na noite desta segunda, que decidirá se expulsa ou não Carlos Miguel Aidar de seus quadros.

Em 29 de junho de 2015, Rodrigo Caio esteve em Barcelona para se consultar com o médico Ramon Cugat depois de discordâncias em relação ao primeiro exame médico feito pelo Valencia. Além do empecilho médico, o atleta já tinha dúvidas sobre o negócio porque enxergava diferenças contratuais entre o proposto e o apresentado pelo clube espanhol. Cinira Maturana, então, que passava férias em Mallorca, na Espanha, viajou para Barcelona a pedido de Aidar para encontrar a comitiva da negociação.

Fizeram parte da comitiva, além de Rodrigo Caio: os ex-jogadores Deco e Luizão, representantes do português Jorge Mendes e então empresários do atleta; o advogado e o irmão do jogador, Régis Villas Bôas e Rafael Coquette, respectivamente; e o advogado do São Paulo, Alexandre Pássaro, além de Cinira Maturana. Durante a tarde do mesmo dia 29 de junho, Rodrigo Caio já havia desistido da negociação com o Valencia e cancelou a transferência que poderia chegar a 15 milhões de euros.

1 Comentário

  1. Muito bom o jeito que voce escreve, curti demais esse texto!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare