Captura de Tela 2018-04-29 às 17.53.50
O Atlético ganhou, mas esse jogo com o Corinthians terá muita polêmica. No primeiro tempo, escanteio batido pela direita, a bola é desviada no primeiro pau e sobrou para Ricardo Oliveira, que finalizou na trave. Róger Guedes pegou e marcou. O árbitro, depois de dar o gol, voltou atrás após consultar um auxiliar e anulou o lance. Ele entendeu que Ricardo Oliveira tocou com a mão na bola.
Para todos que estavam em BH, houve novamente ajuda externa para mudar a marcação do árbitro. Igualzinho ao que aconteceu na finado Campeonato Paulista, contra o Palmeiras. Ou seja, aquela história de “apito amigo” que invariavelmente beneficiava o Timão é coisa do passado. Agora tem sempre um árbitro de vídeo exclusivo, atento para dar dicas ao árbitro principal.
Ainda bem que Roger Guedes fez outro gol e deu a vitória do Galo.

11 Comentarios

  1. Ajuda do auxiliar é ajuda externa? Se é proibido, pra quê ele está lá então? Ajuda externa foi o caso de Santos X Flamengo onde dizem ter havido a mão de um repórter.

  2. Bem diferentes, as situações: no Paulista a demora foi abissal e a utilização da tv na marcação foi fundamental; hoje, o árbitro de linha viu a mão do Pastor. Bem anulada, a jogada. No gol do Patético, houve falta claríssima sobre o Mantuan. Mas aí é difícil de ver, né? Ah, esses antis! Um ponto perdido pra arbitragem…

  3. O gol não demorou muito pra ser anulado, e convenhamos foi muito bem anulado. Quem tem muito mais motivo pra reclamar é o Corinthians que teve um penâlti não dado a seu favor. E agora a imagem que fica é que o Corinthians é um time beneficiado pela arbitragem, tudo isso por culpa dessa imprensa suja que vive de polêmicas.

  4. Entrei no Blog do Cosme, li o post, deu uma vergonha alheia de ler esse post do Marcondes. Lá ele fala quem realmente foi prejudicado.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare