unnamed (3)
Mesmo de folga na seleção, Neymar permaneceu nos holofotes neste fim de semana. Primeiro no casamento da atriz Marina Ruy Barbosa, quando trocou carinhos com a ex Bruna Marquezine.
Além disso ao se apresentar para treinar na Academia de Futebol do Palmeiras, o craque gravou uma breve entrevista para o canal do Verdão no Youtube, em que que elogiou a estrutura do CT palmeirense e falou sobre a possibilidade de se transferir para o Palestra no futuro.
“Olha, não sei, ninguém sabe o dia de amanhã, mas seria um grande prazer. Eu era palmeirense, desde pequenininho gostava muito sempre de verde, do Palmeiras. Bom, não tenho muita história como torcedor porque era muito pequeno, mas meus ídolos eram Evair, Marcos, Rivaldo, Alex… São os caras em quem me espelhava e acabei virando palmeirense por causa deles”
unnamed (2)
Mas o torcedor palmeirense nem pode se empolgar, porque Neymar costuma fazer média por todos os lugares por onde passar. Por enquanto, seu “grande amor” é o PSG, naturalmente, o clube que lhe paga um dos maiores salários do mundo do futebol:
“Todo mundo pensava que ao sair do Barça eu iria morrer, mas não, estou mais vivo do que nunca, temos um timaço. Estou muito feliz e podemos conseguir coisas que este clube nunca conseguiu, mas temos que ir pouco”, disse recentemente.
E não podemos esquecer também que ele já foi “apaixonado” pelo Santos, Barcelona e até pelo Flamengo.

8 Comentarios

  1. Tá forçando a barra, quer agradar a todos pra virar ídolo nacional. Faz o seguinte Neymar, ganhe uma Copa do Mundo sendo protagonista que vc vira ídolo nacional é até mundial.

  2. Neymar cada dia mais prova sua babaquice, sabe que boa parte da torcida santista ainda tem muita idolatria por ele e fica aí bancando o simpaticão com os rivais do Santos só pra nos irritar. Não mostra nenhum respeito e cuidado com o clube que o formou. Os santistas deveriam era ignorar isso pois só dá munição pros outros ficarem zoando a gente. E a Porcada, papagaio de pirata não perde tempo e fica se aproveitando pra forçar a barra. Acham mesmo que Neymar vai querer jogar lá só porque era o time de infância dele? Num ofereçam um caminhão de dinheiro não, que vão ficar a ver navios. Esse aí quem pagar mais leva.

    • Neymala mais um vez provando seu DNA prantista…rsrsrs.

      • O DNA santista, no caso, diz respeito à sua qualidade técnica e talento, realmente, a cara do futebol da Baixada, rs. Mas quanto à sua índole e falta de caráter, a conta vai para o pai que não soube lhe impor limites, tanto é que ele se acha o rei da cocada preta por onde pisa. Inclusive, continuaria o mesmo caso se debandasse pros lados do PSJ, embora nesse caso tivesse que sofrer uma pequena mutação genética a fim de adaptar o seu refinado futebol para uma técnica mais truncada, de “bunda no chão”, tão valorizada por vocês como parte da estratégia de se consagrarem como o time do povo, humilde e sofredor, que se não dá na técnica, vai na raça, pois tudo é mais difícil…, afinal de contas, se não é sofrido não é 5ma11. Rs…

        • No caso, o DNA prantista é o mesmo do Bobinho Pedalada, Juari, Giovani, Léo, etc, ou seja, ”moleques” sem respeito e assoberbados precocemente…pra não falar do tal Clodoaldo, que, já velho e campeão do mundo, uma vez rodou a baiana, num jogo com o Corinthians. Cheio de trejeitos e teatralidades. Dá até asco!

          • As pessoas tendem a associar molecagem com juventude, e como o Santos tem essa história de Meninos da Vila, somos tachados dessa forma. Mas jogadores assim, mimados, chatos, indolentes e pentelhos podem surgir e fazer fama em qualquer clube. Marcelinho Carioca, por exemplo, já foi eleito o jogador mais odiado do Brasil pela “Placar”, ele deve ter sido o Neymar da sua época, mesmo que em menores proporções. Surgiu na Gávea, mas faz sua fama no PSJ. Meses atrás o Esporte Espetacular fez uma série de reportagens sobre jogadores com esse perfil, “Indomáveis”, com Vampeta, Edílson Capetinha, Paulo Nunes e Marcelinho Carioca dos que me lembro. Todos jogadores cheios dessa teatralidade que você tanto condena, mas nenhum deles santista, rs.

  3. Neymar é apaixonado por grifes, poder, dinheiro e status. Ele não poderia ser mais cafona.

  4. Eu também gostaria de jogar no Palmeiras.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare