O  empate do PSG em Nápoles poderia ter sido um resultado trágico, não fosse a zebra do Liverpool, que caiu diante do saco de pancadas do Estrela Vermelha. O time de Neymar poderia simplesmente ter sido eliminado nesta rodada. E agora parte para as duas últimas partidas com a corda no pescoço. Não pode mais perder pontos.
Neymar fez um bom primeiro tempo, participou do gol de Bernat, mas o Nápoli empatou de pênalti, depois de uma bobeira de Thiago Silva.
Barcelona também foi à Itália, pegar a Inter de Milão, e precisava somente do empate para ser o primeiro time a garantir classificação para as oitavas. E foi justamente o que aconteceu. O barça jogou para não perder.
E o destaque acabou sendo o brasileiro Malcom, que saiu do banco para abrir o placar.
Na próxima fase, quando começar o mata-mata, Messi estará 100% e aí o bicho pega para todos os adversários.
As notas dos brasileiros do PSG, atribuidas pelo jornal Le Parisien
 
Marquinhos: 5. Má controle e recuperação do cabeceio perdido no primeiro tempo, mas grande vigilância contra os balões nas costas dos círculos napolitanos. 
Thiago Silva: 3. O capitão estava nervoso no início do jogo e cometeu um penai  no empate do Nápoli. Uma noite difícil, apesar de alguns resgates.
Neymar: 6. Livre no primeiro tempo e muito inspirado, especialmente na ação do gol. Muito menos à vista na segunda metade.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare