A presidente do Chile Michelle Bachelet veio dar uma força e sofreu com a eliminação
A presidente do Chile Michelle Bachelet veio dar uma força no Allianz Parque e sofreu com a eliminação do seu país

Um dia o Chile achou que tinha a melhor seleção do mundo. Bastou ganhar a Copa América para “subir no tijolo” e começar a olhar para os adversários de cima pra baixo.

No dia 8 de outubro de 2015, na estréia das Eliminatórias, eles ganharam do Brasil por 2×0 e ficaram ainda mais confiantes e insuportáveis. Hoje La Roja conheceu a realidade: levou uma surra do Brasil e ficou fora da Copa do Mundo.
A seleção fez um péssimo primeiro tempo. Teve o dobro da posse de bola, mas errou muitos passes e não contou com o brilho individual de nenhuma de suas estrelas, como Neymar e Coutinho.
É neste momento que deve funcionar a mão do treinador. No intervalo, Tite corrigiu o problema, simplesmente colocando ordem na na casa. Foi apenas uma questão de posicionamento. O Brasil esperou o Chile em seu campo e explorou os contra-ataques com muita velocidade. Ai apareceu o futebol de Neymar & Cia.
O resultado não tinha a menor importância para o Brasil, mas Tite avisou que a Copa do Mundo já começou. Então, ganhar do Chile era quase uma obrigação.
unnamed (3)
E a Argentina escapou do vexame graças ao enorme talento de Lionel Messi. Por essa imagem, na hora da execução dos hinos, dá para perceber não apenas a concentração do craque, mas a imagem de um jogador iluminado que castigou o Equador com 3 golaços.

9 Comentarios

  1. É sempre bom ter todas as grandes seleções participando da Copa, pena que a Holanda ficou de fora, apesar de não ter nenhuma Copa, tem uma grande representatividade no cenário futebolístico.

  2. E o Paraguai foi lamentável, perdeu em casa pra Venezuela depois da vitória épica contra a Colômbia fora de casa!

  3. Se a ”Copa do Mundo já começou”, então, começamos bem. E a Valquíria é a cara do Chile. Indolente, dramático, pouco efetivo mas cheio de marra. Seleçãozinha de araque. Realmente, estavam se achando. Nada como um dia depois do outro. Já a Marrentina iria se classificar de qualquer jeito. Há quem diga que o Equador foi comprado, e eu não duvido, embora não tenha visto o jogo (falaram que um dos zagueiros não acompanhou o Messi, parou na jogada, não sei em que gol). Mesmo na partida da selenike só assisti aos 30 minutos finais…ainda bem que acabou essa tortura das Eliminatórias (agora, excepcionalmente, o amistoso com a Alemanha me interessa, especialmente se eles não refugarem e entrarem com o time titularíssimo). Vai Corinthians!

    • Você não vai ficar menos 5ma11tiano se torcer com afinco pela seleção, se é esse o seu medo, até porque, são coisas diferentes, logo, uma não exclui a outra. A seleção não é só futebol, é meio que um “exercício de cidadania” de todo brasileiro se importar com ela, já que somos o país do futebol. É nossa identidade enquanto povo (se você vai pra fora do país e fala que é brasileiro, fatalmente citarão a seleção e não um time aqui do Brasil, ou outra coisa qualquer); é um marco da nossa cultura; é a única coisa capaz de unir o país e movimentar até os mais desinteressados por esporte ( uma vez vi o depoimento de uma gringa que veio pra Copa e disse ter ficado impressionada ao perceber o quanto a seleção mexia com todos os brasileiros, mesmo que só por meio do uso de um adereço, desde uma velhinha com um chapéu verde e amarelo, até um bebezinho com uma roupinha da seleção). É também, talvez, o único momento, quando o Brasil entra em campo, em que mostramos um pouco de patriotismo, é muito pouco, é verdade, mas é o que temos no momento. Antes de sermos, santistas, 5ma11tianos, porqueirenses, somos brasileiros. Não podemos fazer pouco caso com algo de tamanha importância para nós, não só no esporte, mas na nossa história.

      • Não se trata disso, até porque não há como algo me fazer menos corinthiano, a estas alturas da minha vida. Sou corinthiano raiz. É que dá um desconsolo ver a selenike ocupando janelas, toda hora, no Brasileirão. Estou ansioso pelo hepta, quando nos tornaremos os maiores campeões. Excepcionalmente, porém, torço pra selenike, e, como disse, estou querendo ver esse amistoso com a Alemanha. Espero que não refuguem com time misto ou até reserva (eu não duvido). Será o maior teste desse time do Tite.

  4. Acho que, apesar da rivalidade com os argentinos, o brasileiro, em geral, não torceu pra que eles ficassem de fora, até porque há uma grande expectativa da torcida por um confronto entre as duas seleções numa copa do Mundo. Eu acharia massa, realmente, se ganhássemos é claro, rs.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare