A 34ª rodada do Brasileirão foi particularmente trágica para a numerosa torcida do Flamengo. O time empacou e não consegue ganhar de ninguém desde o dia 12 de outubro, naquele polêmico Fla-Flu em que o árbitro Sandro Meira Ricci precisou ver o tira-teima da Globo para anular um gol do Fluminense.
Agora, aquele tal “cheirinho de hepta” parece que sumiu de uma vez. O Flamengo foi ultrapassado pelo Santos e poderia ter sido deixado para trás também Atlético. E, faltando quatro rodadas para o final,  ainda viu o Palmeiras disparar com 7 pontos de vantagem na liderança.
Tem uma música de Chico Buarque (que é torcedor fervoroso do Fluminense, diga-se) que se encaixaria perfeitamente neste momento em que o sonho do Flamengo acabou e o rubro-negro está simplesmente atrapalhando os times que estão na corrida pelo título. Chama-se “Construção”. Dá uma olhadinha nesse trecho:
unnamed-2
“Comeu feijão com arroz como se fosse um príncipe
Bebeu e soluçou como se fosse um náufrago 
Dançou e gargalhou como se ouvisse música 
E tropeçou no céu como se fosse um bêbado 
E flutuou no ar como se fosse um pássaro 
E se acabou no chão feito um pacote flácido 
Agonizou no meio do passeio público 
Morreu na contramão atrapalhando o tráfego”

1 Comentário

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare