Os organizadores querem nos convencer de que o  PNC (Partido Nacional Corinthiano) nada tem a ver com o Corinthians. Então tá.
Eles já estão quase chegando nas 493 mil assinaturas necessárias para que o partido seja aprovado no TSE. A intenção é oficializar o partido para as eleições municipais de 2020.
Mas o PNC corre o risco não ter sua criação aprovada a tempo. A sigla entrou com um mandado de segurança no STF alegando demora do TSE  para admitir a instauração do partido.
No entanto, o ministro Marco Aurélio, relator do caso, determinou a remessa do mandado de volta ao TSE. No tribunal, há 73 partidos que já iniciaram o processo de formalização. Dentre eles está o PNC, que aguarda sua criação oficial desde agosto de 2018.
O ministro disse que não cabe ao Supremo julgar mandados de segurança contra outros tribunais, apenas da Presidência, do Congresso, da PGR (Procuradoria Geral da República) e do TCU (Tribunal de Contas da União).

2 Comentarios

  1. Pra que isso? Se fosse pra vigiar o Clube, vá lá, muito embora não seja essa a função de um partido político, mas o pior é que sabemos que se trata somente de oportunismo de alguns, que vão mamar na ingenuidade do povo…

  2. Só digo duas coisas, para bens. Nunca votei num artista, jogador ou dirigente de futebol. Fico os 4 anos antes das eleições avaliando em quem pode me representar, vou vom uma listinha, volinha,pronta para votar.Graças ao bom Deus não tenho me decepcionado.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare