captura-de-tela-2016-09-25-as-07-26-13
O Santos faz a campanha “Robin Hood” neste Brasileirão. É como aquele herói mítico inglês que tirava dos ricos para entregar aos pobres.
Não que o Sport seja pobre, claro que não!. É só uma figura de linguagem. Entenda-se por “pobre”, os times que estão na parte de baixo da tabela, como o Internacional, a quem o Santos também entregou a rapadura, três rodadas atrás.
Quando joga contra os “ricos”, aqueles que disputam o G4, o time da Vila Belmiro se agiganta. Ganhou, por exemplo, do Botafogo fora de casa. E deu um show no Corinthians, atual campeão brasileiro.
Mas sofreu para derrotar o Santa Cruz (lembra?) e perdeu para o Figueirense. Essa instabilidade pode tirar o Peixe da Libertadores, essa é que é a realidade.

2 Comentarios

  1. Não é ser Robin Hood é que o Santos não ganha fora de casa nem que a vaca tussa, seja contra quem jogar. Como vamos ser campeões da Copa do Brasil com essa deficiência? A Porcada só está onde está porque ganha fora muitos jogos, idem pro Flamengo. E o Santos sempre decepcionando nesse quesito. Aff.

  2. Em um campeonato como esse é essencial ganhar fora, não basta só ganhar em casa, isso pode comprometer até uma possível vaga na Libertadores.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare