Captura de Tela 2018-04-18 às 18.13.02

No site da Jovem Pan – O Santos terá que lidar com uma acusação de abuso sexual nas categorias de base. Um ex-jogador, Ruan Petrick Aguiar de Carvalho, que hoje tem 19 anos, denunciou que foi abusado pelo atual coordenador da base, Ricardo Marco Crivelli, o Lica, em 2010. As informações foram divulgadas pelo jornal Folha de S. Paulo.

Ruan fez um boletim de ocorrência, o que já resultou na abertura de um inquérito do caso na Delegacia de Repressão e Combate à Pedofilia de São Paulo.

O jovem alega que foi abusado quando estava fazendo testes para defender o Santos. Em uma noite que supostamente dormiu na casa de Lica, ele teria sido forçado a receber sexo oral.

Depois Ruan ficou no Santos por 18 meses e teria passado por outros abusos. Quando chegou ao Sub-13, diz que passou a recusar propostas de Lica e por isso foi dispensado do clube. Em entrevista à Folha, o garoto contou que passou a usar maconha e cocaína e não conseguiu se firmar em outros clubes. Por isso ficou revoltado e nunca contou essa história para outros, nem para os pais.

Lica não quis se manifestar sobre o caso. O advogado dele, Adriano Vanni, é quem vai falar sobre o problema, mas pretende ter acesso a outros documentos do inquérito antes de fazer isso. Já o Santos disse à Folha que Lica nunca teve qualquer mácula na carreira, mas prometeu investigar criteriosamente a situação. Por enquanto o clube afastou o coordenador.

O caso também pode ter uma ligação política, pois Lica é sócio do presidente José Carlos Peres na empresa Saga Talent. A oposição do clube está querendo um impeachment do mandatário justamente por causa da ligação entre ele e esta empresa, o que pode gerar conflito de interesse.

7 Comentarios

  1. Sócios? Ué, ouvi hoje na Pan que o caso de pedofilia nada tinha a ver com o pedido de “impeachment”. Lamentável!

  2. Agora, a notícia boa mesmo é que o promotor santista levou outra bomba na cabeça, hoje: Corinthians ganhou no Tribunal de Justiça o caso dos CID’s (e já havia ganho em 1ª Instância, também). Eu só queria saber quem vai pagar o prejuízo que o Clube teve até aqui por conta dessa ação leviana do sr “promotô”, que se vangloriava de posar com chaveirinho do Prantos, nas entrevistas imprensa. Irresponsável!

    • Nossa, mas a justiça ficou a favor do 5ma11 é? Que coisa, vocês se dizem sempre tão injustiçados e perseguidos.

      • Perseguidos pela imprensa. E, pelo que parece, pelo “promotô” prantista. O ódio de vocês por nós não tem fim. Pior que eu nem sei dizer como isso começou…

        • Não, vocês acham que são perseguidos em todas as esferas, afinal de contas, “contra tudo e contra todos, né?” Talvez a motivação nem tenha sido clubista. O cara se desgastar por causa disso? Vai ver ele só quis mostrar serviço, ou se aparecer de alguma maneira. Vai dizer que você nunca ouviu falar de promotores, juízes, políticos em geral que contestam todo tipo de coisa só pra atraírem holofotes?

  3. Que vergonha. Um clube com a estrutura de base do Santos deveria ser extremamente rigoroso com relação a isso. É coisa de várzea

    • Não que os outros clubes, inclusive os de várzea, não tenham que ser rigorosos com relação a isso, o que eu quis dizer é que um clube com a infraestrutura e recursos do Santos, tem mais condições de fiscalizar melhor seu ambiente, e consequentemente blindar os garotos desse tipo de perigo.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare