O Flamengo massacrou o Palmeiras, no Maracanã, e venceu por 3 a 0 o confronto direto pela liderança, válido pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. Pressionando do início ao fim, os comandados de Jorge Jesus anularam os de Luiz Felipe Scolari e construíram o triunfo com gols de Gabigol (2) e Arrascaeta. A vitória, que marca o fim de um tabu que durava mais de cinco anos (e nove jogos) sem o Flamengo se dar bem sobre o Palmeiras, também recoloca o Rubro-Negro na liderança do Brasileirão, empatado em número de pontos (36) com o Santos – e à frente pelo saldo de gols superior.
Felipão não é mais o técnico do Palmeiras. A diretoria do clube se reuniu e optou pela demissão da atual comissão técnica, contratada em agosto do ano passado e que conquistou o Brasileirão de 2018. Mano Menezes, que deixou o Cruzeiro em agosto, foi contratado para substitui-lo. Luiz Felipe Scolari não participou do encontro com os dirigentes e recebeu a notícia de Alexandre Mattos, em sua casa em São Paulo.
O Brasil encerrou sua participação nos Jogos Parapanamericanos de Lima  com um novo recorde de medalhas. Foram 124 de ouro e 308 no total, garantindo a primeira colocação no quadro geral com duas vezes mais ouros que os Estados Unidos, que ficaram com a segunda posição. A marca consolida o Brasil como uma referência nos esportes paralímpicos. Desde 2007, quando o evento foi realizado no Rio de Janeiro o país lidera o ranking de países. Em Lima, além de assumir a ponta mais uma vez, os atletas brasileiros fizeram o país alcançar a maior marca da história, superando a campanha do México em 1999.
“Se Renato Gaúcho garante que o Grêmio joga o futebol mais bonito do país, o Athletico de Tiago Nunes provou o que é ser um “time de guerra”. O desfalcado Furacão engoliu o Grêmio na Arena da Baixada e avançou à final da Copa do Brasil após vencer por 2 a 0 (5 a 4 nos pênaltis). Nikão e Marco Ruben marcaram, um em cada tempo. Nos pênaltis, o Athletico fez todas as cobranças e Santos pegou a última batida gremista, realizada pelo atacante Pepê. O Furacão venceu as últimas sete decisões por pênaltis que disputou.”
Foi uma noite especial para o torcedor do Internacional. A euforia veio em dose dupla. Além de ver o próprio time se classificar à final da Copa do Brasil, a outra semifinal ainda teve eliminação do rival Grêmio diante do Athletico-PR. Sendo assim, gaúchos e paranaenses lutarão pelo título nos dias 11 e 18 de setembro.
A seleção brasileira teve uma atuação apenas razoável contra a Colômbia. Foi dominada no primeiro tempo, equilibrou no segundo e esteve perto de ganhar. Destaque para a volta de Neymar, depois de três meses sem disputar um jogo sequer. Deu assistência para o gol de Casemiro; fez o dele, num excepcional lançamento de Daniel Alves; sofreu um pênalti que o VAR confirmaria tranquilamente.

2 Comentarios

  1. O Atlético se tornou especialista em decisões por pênalti, pelo visto.

  2. Nesse jogo do Meiguinho os porqueirenses fizeram corpo mole, tudo indica…

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare