Que sirva de exemplo para times como o São Paulo e o Corinthians, que vivem dando vacilos contra times pequenos. O Palmeiras e o Grêmio, diante de CSA e Avaí, respectivamente, mostraram pra essa turma como é  que um clube grande deve fazer quando pela frente um time pequeno, candidato ao rebaixamento. Ambos ganharam de 6, e poderia ter sido muito mais.
Não por acaso, Cuca já caiu no São Paulo e Carille subiu no telhado.

3 Comentarios

  1. MEUS 20 ANOS (AI, CORINTHIANS)
    (Paulinho Nogueira)

    “São 20 anos de espera,
    Devoção e muito amor.
    Cada vitória é uma festa
    E a derrota um dissabor.
    Até um simples empate,
    Que podia consolar,
    Quase sempre é conquistado
    Quando é preciso ganhar.
    Mas nessas poucas vitórias,
    Algumas sensacionais,
    A gente esquece de tudo
    Não desanima jamais.

    Ai, CORINTHIANS,
    Cachaça do torcedor,
    Colorido em preto e branco,
    Sem preconceito de cor.
    Ai, CORINTHIANS,
    Quando és o vencedor,
    Pobre fica milionário
    Rindo da própria dor.

    E lá se vão 20 anos,
    Alimentando ilusão
    Renovando a esperança,
    Agüentando gozação.
    Quantos domingos sombrios,
    Eu, eterno sonhador,
    Chegava em casa arrasado,
    Maltratava o meu grande amor.
    Meu São Jorge, me dê forças,
    Pra poder um dia, enfim,
    Descontar meu sofrimento
    Em cima de quem riu de mim”.

    #Nunca Foi Fácil

  2. Corinthians e São Paulo não são times ofensivos. Raramente conseguirão golear alguém.
    Já pro Fla, Palmeiras, Grêmio e Santos isso é algo normal.

  3. Os dois vencedores desses jogos são os únicos que podem fazer frente ao Flamengo.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare