O Fluminense ontem ganhou com um gol irregular e os seus dirigentes e jogadores decidiram não falar sobre arbitragem. Diferentemente do que aconteceu no meio da semana, na partida pela Copa do Brasil, quando acusaram a CBF de “proteger os clubes paulistas”.
Mas é de se estranhar que os corinthianos não tenham partido pra cima do árbitro que validou o gol de Cícero aos 48 minutos, num lance em que o zagueiro Gum estava claramente impedido.
Quem não chora não mama.
cicero-apito

8 Comentarios

  1. Verdade, do jeito que eles são chorões era de se esperar isso mesmo. Acho que ficaram intimidados com a reclamação do presidente do Fluminense no jogo de quarta. kkkkkkkkkk

  2. Pra que reclamar? Nenhum programa esportivo vai falar do gol irregular. Na Quarta a arbitragem anulou três gols do Fluminense de forma correta, e teve comentarista que teve cara pau de falar que o time foi prejudicado, por isso que hoje em dia não vejo mais programas esportivos! Quem vai dar razão ao Corinthians?

  3. Olha essa imagem ilustrativa, sem apito, sem vitória, detalhe: que o apito vem com o escudo do Corinthians. Mas quem que a arbitragem beneficiou ontem? A mídia criou uma imagem que o Corinthians é sempre beneficiado.

    • A mídia sensacionalista e antiprofissional. Se fosse um Mauro Betting da vida ou VSR do EI fazendo uma brincadeira dessas, concordaria com a sua indignação. Mas Milton Neves? Ninguém respeita esse cara. Todos sabem que não passa de um palhaço e denigre vários outros clubes.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare