Há quem diga que os treinadores brasileiros não têm tanto mercado fora do País por causa da barreira do idioma. Pode ser uma “meia verdade”,  mas faz todo o sentido, sim.
 E o inverso também pode ser verdadeiro. Técnicos estrangeiros que são contratados para trabalhar no Brasil precisam de alguma forma aprender a se comunicar.
Domènec Torrent, por exemplo, já tentou falar português no primeiro dia de trabalho no Flamengo (veja neste vídeo).
Já o argentino Jorge Sampaoli…

1 Comentário

  1. O mínimo que eles têm que fazer é aprender a língua do país onde estão trabalhando. Só acho.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare