Um encontro ontem em Brasília reuniu o presidente da República Jair Bolsonaro, o presidente da Fifa, Gianni Infantino, e o presidente da CBF, Rogério Caboclo. Não trataram rigorosamente de nenhum assunto importante. Falaram de futebol, posaram para os fotógrafos, deram risadas e nada mais.
Na saída, Infantino tirou, de uma vez por todas, aquelas dúvidas que insistem em ocupar espaço na mídia brasileira: a Fifa não reconhece Palmeiras e Fluminense como campeões mundiais de clubes, quando conquistaram a Copa Rio de 1951 e 1952, respectivamente. Para o presidente da entidade, é “muito complicado” classificar as conquistas de ambas as equipes como títulos mundiais. Manteve, no entanto, o posicionamento de reconhecer como campeões do mundo as equipes vencedoras da Copa Intercontinental, disputada entre 1960 e 2004.
Por educação e/ou diplomacia, Infantino evitou esse assunto com Bolsonaro, que é palmeirense.  Oficialmente, é o fim da polêmica, mas a zoeira não tem prazo para acabar.
O BURACO É MAIS EMBAIXO
Mas o que me chamou a atenção nessa reunião de ontem no Palácio do Planalto foi a tenebrosa coincidência que envolve os antecessores de Bolsonaro, Infantino e Caboclo:
1 – Lula, preso e condenado duas vezes por corrupção e lavagem de dinheiro;
2 – Joseph Blatter, deletado da cadeira de presidente da Fifa, responde por acusações de gestão fraudulenta;
3 – Ricardo Teixeira, afastado do cargo, acusado de corrupção na CBF, Fifa e Conmebol;
 
São exemplos que  Jair Bolsonaro, Gianni Infantino e Rogério Caboclo não precisam seguir. Eles devem saber que antes da vitória vem a tentação. E quanto maior o objetivo  a ser conquistado, maior a tentação a que é preciso resistir.

6 Comentarios

  1. Esse Infantinóide só ri…não gosto de gente assim…

  2. Se não tinham nada pra tratar, pra quê se reuniram? 🙄

  3. E o Campeonato do Corinthians na Venezuela, Pequena Copa do Mundo foi reconhecido ?

  4. O Brasil está mudando para melhor.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare