Tag Archives Miguel Jabour

Por Miguel Jabour (*) – Está muito difícil planejar nos tempos atuais. No nosso País então, tudo fica mais complicado. É andar na corda bamba, sem rede de proteção. É fazer malabares com tomates, com risco de todos esborracharem no chão. É sentir o frio na barriga do trapezista quando solta as mãos. Escrever em fevereiro sobre planejamento anual é…

Por Miguel Jabour (*) – Na década de 1960 a cantora Dolores Duran costumava se apresentar numa famosa boate no Beco das Garrafas, em Copacabana, no Rio. Havia um assíduo frequentador que sempre sentava à primeira mesa, mas de costas para o palco. O cliente invariavelmente mandava o garçom entregar a ela um bilhete contendo um pedido musical, com a…

Por Miguel Jabour (*) – Quando eu era pequeno, eu e meu irmão passávamos as férias na casa do meu avô materno na Urca, um bairro considerado até hoje off Rio de Janeiro. Eu achava engraçado o estilo rabugento dele e por conta disso eu testava suas imprevisíveis reações. Como lá não havia quintal, nós jogávamos futebol na garagem, o…

Por Miguel Jabour (*) – Para ajudar a formar uma opinião sobre este controvertido assunto, é bom lembrar a história do filme “O Estranho caso do Dr. Jekyll e Mr. Hyde”, baseado no livro “O Médico e o Monstro”, de Robert Stevenson. A caso aconteceu em Londres, no século XIX, onde o médico e pesquisador queria provar a teoria que…

Por Miguel Jabour (*) – Dizem que a melhor marca de lancha é a dos amigos e que uma casa de campo dá duas alegrias: na hora de comprar e no momento de vender. Sem considerar a desnecessária ostentação, o sentimento de posse é muito importante para determinadas pessoas, mas já imaginou comprar um avião e não poder desfrutar da conquista…

Por Miguel Jabour (*) – Sabe aquele amigo que quando abre a porta de casa o recebe com um largo sorriso? Imagina um cara, com bom gosto, que o chama para viajar, em casal, com um roteiro pronto, por por um preço bem negociado e ainda se propõe a ser o motorista. Pensa num amigo com posições firmes, sincero, parceiro…

Por Miguel Jabour (*) – Esta frase é do Donga, compositor do samba “Pelo telefone”, grande sucesso do carnaval de 1917. Houve uma tremenda briga pela autoria desta música, pois, na verdade, ela foi composta coletivamente durante uma roda na casa da cozinheira, Tia Ciata. Por ter sido o primeiro samba que se tem notícia, despertou a ira de muitos compositores…

Por Miguel Jabour (*)  – Num domingo do mês de outubro da década de 1970, meu avô materno cismou de pagar uma promessa indo à festa na Igreja da Penha, uma famosa igreja que fica no subúrbio do Rio de Janeiro. Mas a penitência começou no dia anterior quando a minha mãe me levou para cortar o cabelo no salão do…

Por Miguel Jabour (*) – Apesar de não utilizar os serviços de engraxate, flanelinha ou lavador de carros do bairro onde morávamos, meu pai sempre emprestava pequenas quantias em dinheiro para estas pessoas, mesmo sabendo que nunca mais seria ressarcido. Fazia isso por pura estratégia, pois se o pedinte não tivesse vergonha e voltasse a atacar, ele perguntava se já…

Por Miguel Jabour – Numa conversa informal com um médico, ele disse que todos deveriam conhecer as suas conexões familiares e tomar cuidados com os históricos de doenças que possam ser transmitidas por hereditariedade. Até aí nada de novo, porém , como ele sugeriu pesquisar até quatro gerações de ascendentes diretos, achei interessante montar uma árvore genealógica. Então, lembrei de um caso…

Fechar
Logo Qualitare