c4dc4debabdfc32713769c75655caee0

Na sua peregrinação por dezenas de clubes, Diego Souza nunca foi centroavante de ofício. Sempre foi um meia atacante. Agora, quase no fim da sua carreira, foi convocado por Tite para ser reserva de Gabriel Jesus. E hoje o São Paulo o apresentou como o seu novo camisa 9.

Diego, é claro, está cheio de otimismo nessa nova experiência em sua carreira:

“Só num grande time para poder ajudar e ser ajudado a conquistar objetivos. A escolha pelo São Paulo é sem dúvida pela história do clube, por ser uma equipe que sempre está brigando por títulos nos campeonatos que disputa. Um dos meus objetivos neste ano é jogar a Copa do Mundo, mas também buscar títulos com o São Paulo, e, para isso, aí é trabalho.”

2 Comentarios

  1. Eu também não. Não tem mobilidade pra ser centroavante – se bem que, depois do “Cone”, todo mundo acha que pode, né!?

  2. Deve ser a falta de opção para a posição mesmo. Quem não tem cão caça com gato.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare