No fim da noite de ontem postamos aqui que o Flamengo deu as costas para o presidente Eduardo Bandeira de Mello, que tentou uma cadeira na Câmara Federal e não pegou nem o “cheirinho”. Também noticiamos que Bebeto Tetra reelegeu-se deputado estadual no Rio de Janeiro. Agora reproduzimos matéria do site do Lance, com vitórias e derrotas de mais 15 ex-atletas (ou dirigentes) que tentaram a sorte na política.
Leila do vôlei é senadora pelo DF
1 – Romário foi eleito deputado federal (2010) e senador (2014) pelo PSB no Rio de Janeiro. Em 2018, o ex-atacante concorreu ao cargo de governador do Estado, dessa vez pelo partido Podemos, mas ficou na quarta colocação e não foi para o segundo turno.
2 – Eterno ídolo do Palmeiras, Ademir da Guia, do PHS, não foi eleito deputado estadual por São Paulo em 2018
3 – Ex-lateral da Seleção Brasileira, Zé Carlos foi candidato à Assembleia Legislativa de São Paulo pelo PR, mas não foi eleito.
4 – O lutador de MMA Wanderlei Silva foi candidato a deputado federal pelo PSD no Paraná, mas não conseguiu se eleger.
5 – Primeira atleta trans da Superliga, Tiffany foi candidata a deputada federal pelo MDB em São Paulo, mas não foi eleita.
6 – Leila do Vôlei foi eleita senadora no Distrito Federal na primeira colocação, com 467.787 votos, o equivalente a 17,76% dos votos válidos.
7 – Ídolo e parte do elenco campeão brasileiro com o Fluminense em 1984, Deley (PTB) foi reeleito deputado federal pelo Rio de Janeiro.
8 – Campeão da Libertadores com o Grêmio em 1995, Danrlei foi reeleito de deputado federal no Rio Grande do Sul, pelo PSD.
9 – Maurren Maggi concorreu ao cargo de senadora, em São Paulo. A ex-atlelta ficou na quinta colocação e não foi eleita.
10 –Pentacampeão em 2002, Luizão concorreu ao cargo de deputado federal em São Paulo pelo PRB, mas não foi eleito..
11 – Ex-goleiro do Atlético-MG, João Leite foi reeleito deputado estadual em Minas Gerais pela sétima vez consecutiva.
12 – Campeão do Mundial de Clubes com o Internacional em 2006, Fabiano Eller se candidatou a deputado federal no Espírito Santo, mas não foi eleito.
13 – Bobô (PCdoB), ex-meia e ídolo do Bahia, onde conquistou o Brasileiro de 1988, conseguiu se reeleger deputado estadual  na Bahia.
14 – Um dos maiores ídolos do Corinthians, Marcelinho Carioca foi candidato a deputado estadual pelo partido Podemos em São Paulo, mas não foi eleito.
15 – Dante foi campeão olímpico com o Brasil em 2004 e foi deputado federal pelo MDB em Goiás, mas não conseguiu se elege.

2 Comentarios

  1. Só esses se candidataram? Foi até pouco, eu achei.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare