O bombardeio da Super Liga Europeia causou um terremoto no planeta do futebol.  A decisão dos 12 clubes de abandonar a Champions League para embarcar num novo projeto está prestes a fracassar.  As reações do mundo do futebol não tardaram a chegar: ameaças da UEFA, indignação generalizada e protestos por todo o continente.  Muita pressão que tem levado, segundo a mídia britânica, à reversão do Chelsea e do Manchester City, que já teriam desistido da ideia.

Segundo informações de última hora, o clube londrino está preparando a papelada necessária para dar um passo atrás e desistir da ideia de reunir 12 grandes clubes do continente numa nova competição (que chegaria a ter 20 participantes).

De acordo com a “BBC”, o dono Roman Abramovich tomou a decisão em virtude da repercussão negativa global. Ele temia que isso afetasse a reputação do clube.

Haverá uma reunião de emergência dos 12 fundadores. O projeto tende a naufragar. É uma espécie de Viúva Porcina (personagem da novela Roque Santeiro), a que foi sem nunca ter sido.

1 Comentário

  1. Crônica de um desastre anunciado. Não passarão. Mas a ideia foi plantada e tenderá a ser reapresentada, em algum momento, no futuro. Mas, insisto, sempre será um tiro no pé…

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare