Indiscutível e incontestável.
Não seria preciso falar mais nada para justificar a vitória do Bayern de Munique e a conquista de mais uma Champions por esse gigante do futebol alemão.
Todos os analistas fizeram a seguinte previsão para essa final: o Bayern é muito  melhor, mas o PSG tem dois craques (Neymar e Mbappé) que podem desequilibrar.
O problema é que Neymar e Mbappé não estavam inspirados. Ou talvez tenham sido anulados pela competente marcação dos alemães.
No segundo tempo, Neymar parecia muito cansado. Ao contrário dos dois jogos anteriores que colocaram o PSG na final, o nosso 10 foi frustrante.
O Bayern tem uma incrível capacidade de ocupar espaços. Parecia que os caras de camisas vermelhas se multiplicavam em todos os setores do campo.
O título, merecidamente, ficou nas mãos do melhor time.
É uma questão até de hierarquia.
No jornal L`Equipe, o título define tudo: “O sonho quebrado”

3 Comentarios

  1. Vocês não sabem como eu tenho ranço desses alemães. Não aguento Muller e Neur, principalmente, de tristes lembranças por 2014. Sinceramente não sei como vou superar este rancor. O fato é que vai ser difícil o PSG ter essa chance novamente. A torcida francesa espera mais que campeonato nacional de Neymar.

  2. De fato Neymar e Mbappé frustante. E no coletivo não têm pra ninguém Bayern é mais time. O título ficou em ótima mãos.

  3. muito bem feito , pra quem tem ranço e rancor , vai chorar na cama que é quentinho , kkkkkk

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare