Teremos que esperar um pouco mais para saber a natureza exata da lesão no tornozelo esquerdo de Neymar.  Mas os primeiros exames feitos pela equipa médica do PSG, esta noite de domingo no Parc des Princes, são bastante tranquilizadores.  O brasileiro, duramente atingido no tornozelo esquerdo depois de um desarme perigoso de Thiago Mendes na prorrogação pelo PSG-Lyon (0-1), não sofre qualquer fractura.
 Isso era temido pelos médicos do clube e que exigiria uma imobilização de longa duração como nas duas primeiras lesões de Neymar no pé direito com o PSG, em fevereiro de 2018 e janeiro de 2019. Isso não significa que a estrela parisiense  está completamente fora de perigo.  De fato, o número 10 deve passar esta segunda-feira por uma ressonância magnética (Ressonância Magnética) que permitirá determinar a gravidade exata de sua entorse.
 Os especialistas precisam saber se e em que grau os ligamentos do tornozelo foram afetados.  Mas já parece certo que não veremos novamente o craque  em campo antes da trégua.

2 Comentarios

  1. Imagina, nessa altura do camponato ele se machucar sério?

  2. NÉ mar nunca vai evoluir para a fase adulta, sempre será o eterno menino neymala. Gosta de segurar a bola pedindo faltas no meio de campo, local que não leva nenhum perigo para os adversários. Nem os conselhos do Pelé resolveu .

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare