bbfb4fcb28b6d8bea5084d2c5d961984No blog Época Esporte Clube (Por Rodrigo Capelo) – A Caixa foi convidada no fim do ano passado pelo Flamengo a assinar o Pacto Pelo Esporte. O clube, patrocinado pela estatal e entusiasta do projeto, recomendou a participação da empresa a Gerson Bordignon, superintendente nacional de marketing do banco, com quem tratou a renovação do patrocínio para 2016. Seis meses depois de a iniciativa ser lançada, a estatal se recusa a assiná-la.

O Pacto Pelo Esporte é um projeto de autorregulação do mercado esportivo para evitar a corrupção. As 20 empresas signatárias, entre elas Banco do Brasil, Bradesco e Itaú, comprometem-se a não patrocinar entidades esportivas que desrespeitem requisitos como cumprir a Lei Pelé e adotar transparência em relação a contratos e acordos comerciais. Não há nenhum custo para participar do projeto.

A Caixa é a maior patrocinadora do futebol brasileiro, com R$ 137,6 milhões investidos em 12 clubes e três competições em 2016. Se assinasse o pacto, forçaria todos eles – incluindo a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), organizadora dos três torneios – a cumprir as regras impostas pela iniciativa, bem como entidades de outros esportes patrocinados, em um prazo de dois anos.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare