O inferno astral do Corinthians não tem fim. Seu principal reforço nesta temporada, com contrato assinado até 2023, o atacante Jô teve a rescisão contratual com o Nagoya Grampus, do Japão, confirmada, mas o rompimento do vínculo foi feito como justa causa, já que o clube entendeu que o atacante abandonou o emprego.
A justa causa, porém, pode acabar prejudicando o Corinthians. Mas só se saberá isso ao certo no dia 1º de julho, quando a janela internacional se abre no Brasil. Só aí, é que o Timão vai solicitar Certificado de Transferência Internacional (CIT) de Jô no sistema da Fifa.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare