A Corte de Apelação de Milão confirmou nesta terça-feira a sentença de nove anos de prisão para o atacante Robinho e seu amigo Ricardo Falco pelo crime de violência sexual contra uma mulher albanesa, em 2013, na cidade de Milão, no período em que o brasileiro atuava pelo Milan. Com a condenação, Robinho não deve ser extraditado, mas pode cumprir pena no Brasil depois que processo tiver uma sentença definitiva, segundo especialistas. A informação é de Gabriel Coccetrone, no UOL.

1 Comentário

  1. Que cumpra mesmo. Esse verme deveria ir pra pior cadeia do Brasil e ser tratado como ladrão de galinha. Nada de privilégios por ter a grana que tem. Triste fim do Santos que assumiu esse B.O. que não era dele.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare