Na coluna de Flávio Ricco (UOL) – Os números são assustadores e, a cada dia, colocam ainda mais a TV fechada contra a parede, levando a todos imaginar que o seu fim está muito próximo.
Um fenômeno que não se restringe a nós, devido à crise instalada, mas que se estende ao mundo inteiro, principalmente em função do crescimento dos serviços de streaming, claro, mas também como consequência de um trabalho mal feito por parte de uma grande maioria desses canais.
Só no Brasil, em 12 meses, perder mais de um milhão de assinaturas é um pouco demais, concorda? E uma situação que não deixa de ser curiosa. Enquanto alguns, na linha do terror, se preocupavam em preconizar o fim da TV aberta, os números provam exatamente o contrário.
Os índices de audiência também dão uma boa dimensão deste cenário. Enquanto o share da TV paga, de janeiro a agosto passado, no Painel Nacional de Audiência, caiu de 21,1% para 18,1%,  a TV aberta observou e três pontos percentuais, indo de 78,9% a 81,9%. Um termômetro indiscutível.
Os canais Esporte Interativo, vencido o aviso prévio, deixaram definitivamente de existir a partir da zero hora desta terça-feira.
As diversas operadoras, já no decorrer dos próximos dias, pretendem realizar necessárias mudanças em seus pacotes.  Net e Claro informam que “após a decisão unilateral” da Turner em encerrar as transmissões no Brasil, o canal Esporte Interativo será substituído pelo ESPN Brasil na NET e Film&Arts na Claro TV. E no lugar do Esporte Interativo 2, entram MTV Live e ESPN Extra na Net, Like HD e o Zoomoo na Claro.
Já a Sky recorreu aos canais TNT Séries, Tooncast e TruTV para os espaços deixados pelo Esporte Interativo.
É vida que segue.

9 Comentarios

  1. Tem a questão da “gato” TV, milhões de pessoas, tem todos os canais pagos sem pagar nada.

  2. É só colocar um preço melhor e programas melhores que todos usam

  3. Baixar o preço dos pacotes, esse é o caminho pra podermos assinar tv paga. Caso contrário da- lhe Sky “gato”.

  4. O maior problema são as operadoras que tratam seus clientes como “gado” e tentam conquistar os clientes das outras mas não fazem nada pelos clientes já conquistados. Eu mesmo já troquei de operadora mas não resolve, daí, deixa a sensação que o gato Net compensa.

  5. Os provedores devem rever o preço praticado nas assinaturas.
    Enquanto isso…A Pirataria só crescer!

  6. Os canais esportivos só fazem coberturas “simultaneas” de 8 clubes. Os assinantes torcedores dos outros 32 clubes das series A e B ficam à espera de notícias ou coberturas dos seus clubes em vão!

  7. Nível abaixo da crítica.ridiculo e caro. Luiz Joinville.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare