No Blog de Daniel Brito (UOL Esportes) – O deputado João Rodrigues (PSD-SC) mostrou seus dotes como locutor de futebol na tarde da terça-feira, 3, em plena sessão da CPI da Máfia do Futebol da Câmara dos Deputados. Incentivado pelo presidente da comissão, Laudívio Carvalho (SD-MG), que elogiou a voz de Rodrigues, o parlamentar catarinense simulou a narração de rádio de uma partida.

A cena (clique AQUI para ver o vídeo) ilustra bem o ritmo da CPI da Máfia do Futebol na Câmara. Esta CPI foi constituída em março para apurar as irregularidades nos contratos da confederação com patrocinadores e as relações com a Fifa no Brasil, que ocasionaram a prisão de José Maria Marin, em maio do ano passado, na Suíça.

Recentemente, Juca Kfouri, companheiro de blog no UOL Esporte, foi convidado a colaborar com informações, mas ele declinou. Aqui, ele explicou os motivos.

João Rodrigues, ex-prefeito de Chapecó, e o mesmo que simulou uma narração de rádio durante a sessão, defendeu já na sessão da manhã desta quarta-feira, 4, a convocação de Juca sob a seguinte alegação: “Para este sujeito [Kfouri] aprender a respeitar esta casa”. A proposta foi rejeitada pelos demais parlamentares.

Na semana passada, deputados passaram quase uma hora discutindo se deveriam convidar o pai do atacante Neymar, do Barcelona, para depor na CPI. Durante o debate, o Cesar Halum (PRB-TO) adiantou: “Eu acho que isso não vai dar em nada, porque eles – Neymar pai e Neymar filho – não vão colaborar em nada já que eles são funcionários da CBF. Eles não viriam aqui para falar nada contra a confederação”.

Contratos da Globo com a CBF

Também na manhã desta quarta-feira, 4, foi aprovado o requerimento do deputado Major Olímpio (SD-SP) a “cópia de todos os contratos de direitos de transmissão firmados entre a Rede Globo de Televisão e a Confederação Brasileira de Futebol (CBF)”.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare