Mais de 60 mil pessoas no Maracanã nesta manhã de domingo e uma vitória demolidora do Flamengo sobre o Goiás. Não lembro de uma goleada tão grande do rubro-negro no Brasileirão. O Flamengo manteve-se em terceiro lugar, com 20 pontos, três a menos que o Santos; e seis a menos que o Palmeiras. Está no páreo. Em tese, a goleada seria  uma assombração para os seus próximos adversários, principalmente o Athletico-PR, quarta-feira, pela Copa do Brasil; e o Corinthians, no grande clássico da próxima rodada, em Itaquera. O Corinthians que ganhou às duras penas do CSA (1×0) nesta mesma rodada.
 Ángel Romero, o estrangeiro que mais vezes vestiu a camisa do Corinthians (222 partidas), despediu-se do clube. Maior artilheiro da história da arena (27 gols), o atacante tinha  contrato com o Timão até o dia 15.  Xodó da torcida, Romero e Corinthians não chegaram a um acordo no fim da última temporada e não houve renovação contratual. Difícil acreditar que a diretoria não tenha feito o menor esforço para segura-lo no elenco. Absolutamente incompreensível.
 
E continua a novela Neymar. O jornal Mundo Deportivo trouxe em sua edição de 3a feira uma capa com Neymar, afirmando que, na impossibilidade de transferir-se para o Barcelona, ele se ofereceu a Real Madrid, Juventus, Bayern e Manchester United. Houve ainda o rumor na mídia espanhola de que o Barcelona consultou diversos especialistas, suspeitando que o craque brasileiro estaria “bichado”. A lesão no dedo do pé direito não estaria totalmente curada.
 
Uma quarta feira eletrizante na Copa do Brasil. Grêmio, Cruzeiro, Inter e Athletico conseguiram vaga nas semifinais.  Mas a grande ’treta’ do meio da semana foi o fato de Palmeiras e o Flamengo, os dois times mais caros do Brasil, não justificaram as cifras. Ambos foram  eliminados. Isso provocou uma febre de ‘memes’ na internet, com montagens que faziam alusão à dupla caipira  “Milionário e Zé Rico”, ou ainda ao “Cheiro Verde”, que seria a união do manjado ‘cheirinho’ rubro-negro com as cores do Verdão.
Levantamento do banco Itaú BBA divulgado ontem mostra que Botafogo, Atlético-MG e Vasco, nesta ordem, são os clubes mais endividados do futebol brasileiro, de acordo com o balanço do ano de 2018. Em geral, todos os grandes clubes do País estão atolados em dívidas, inclusive Palmeiras e Flamengo, que são os campeões de faturamento. O Verdão ocupa a 8ª posição; e o Menção vem logo a seguir (veja quadro). A soma total da dívida dos 13 maiores clubes é de aproximadamente R$ 5,7 bilhões. Diria que é uma dívida impagável e que só tende a aumentar, porque os cartolas gastam dinheiro como se não houvesse amanhã.
Vinícius Jr está com moral. Enquanto Rodrygo deve ser aproveitado apenas no Real Madrid B, o ex-flamenguista perfila no ataque titular do time de Zidane, formando trio ao lado de Hazard e Benzema. Foi  o que disse a manchete do jornal ‘Marca’, que circulou nesta 6a feira na Espanha. Aqui no Brasil, uma notícia que parece brincadeira, mas não é. Marcio Tragante, assistente de arbitragem da Federação Paulista de Futebol e da CBF, provocou Palmeiras e Flamengo após as eliminações dos times na Copa do Brasil, na última quarta-feira (17). Hoje, o auxiliar foi afastado de todas as atividades dos campeonatos organizados pela FPF. A entidade emitiu Nota Oficial repudiando a atitude do árbitro.

1 Comentário

  1. Será que o JJ vai aceitar o desafio do Sanchez e jogar só com um volante, amanhã?

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare