Reportagem de O Globo

A Justiça do Rio determinou o leilão de bens do senador Romário (PL-RJ) avaliados em R$ 8 milhões. A lista é composta por uma casa em um condomínio na Barra da Tijuca, Zona Oeste, uma lancha e dois carros de luxo — um Porsche e um Audi. O valor arrecadado será usado para abater uma dívida do parlamentar com uma empresa com a qual rompeu um contrato há 20 anos, na época em que era sócio do restaurante Café do Gol.

Os interessados já podem apresentar os lances, de forma on-line — o prazo se encerra na próxima quarta-feira. Caso os valores pedidos não sejam atingidos, uma nova rodada será aberta por mais uma semana. Nesta segunda etapa, se necessária, os lances mínimos cairão à metade.

A decisão judicial, além de selar mais uma etapa do reconhecimento da dívida, cujo pagamento vem sendo postergado há mais de uma década, é o elemento definitivo de confirmação da real propriedade do imóvel, dos veículos e da embarcação. Todos os bens estavam em nome de Zoraidi Faria, irmã do parlamentar — documentos colhidos em juízo evidenciaram que ela não tinha lastro financeiro para as aquisições.

O passivo de Romário com a empresa gira em torno de R$ 20 milhões e é decorrente de perdas e danos pela rescisão e multas sequenciais em função do descumprimento de ordens de pagamento.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare