Na coluna de Flávio Ricco (UOL) – Tudo caminhou muito bem, desde o início das negociações, no final do ano passado, até agora, indicando como muito boas as possibilidades de um acordo entre Globo e Band para a transmissão da Série B do campeonato brasileiro. O interesse das partes e todas as tratativas, contando com a intermediação da MediaCom Sports, até um determinado ponto apontavam para um desfecho feliz – contrato para os próximos três anos.
Acordo sobre valores, números de jogos, além de outras questões técnicas e operacionais foram rapidamente estabelecidas, inclusive com possibilidade de jogos aos sábados à tarde e nas noites de segunda-feira, 20h ou 20h30, dependendo de ajustes na programação. Porém, o posicionamento da Globo em não liberar confrontos em que estivessem envolvidos Cruzeiro, Vitória e Náutico acabaram por inviabilizar o negócio. A ausência dessas três equipes, sérias candidatas à disputa do título, acabaria produzindo um enfraquecimento importante no plano comercial.
Uma restrição que acaba sendo decisiva, com mínimas possibilidades de uma reviravolta no caso.

1 Comentário

  1. A Band não investe em nada há tempos. Crise financeira das brabas.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare