unnamed (3)
A disputa pela liderança foi bem animada neste meio de semana. Na quarta-feira, depois de ganhar do Botafogo, o São Paulo dormiu na ponta, mas acabou ultrapassado pelo Flamengo, que ontem bateu o Bahia, no Maracanã lotado.
Os torcedores têm todo o direito de festejar esses momentos de liderança, mas nunca é demais lembrar que o Brasileirão é um campeonato longo, vai até dezembro. Quem não tiver fôlego vai ficar no meio do caminho.
Basta citar o que aconteceu dois anos atrás, no Brasileirão de 2016. Dois rebaixados chegaram a liderar a competição: o Santa Cruz ficou na ponta na segunda e terceira rodadas; e o o Internacional esteve em primeiro na quinta, na sétima e na oitava. No fim, os pernambucanos ficaram na vice-lanterna, e os gaúchos caíram em 17º.
Então, é melhor deixar pra comemorar de verdade só em dezembro.

10 Comentarios

  1. Desses 4 aí, o único que pode bater campeão é o Meiguinho. Mas, claro, provavelmente dependerá de arbitragens e desistências do Campeonato, por parte dos rivais…a tabela já foi feita sob medida pra eles ganharem, este ano (“ô loco”, nunca vi isso, nos pontos corridos, e ninguém abre a boca!)

    • Apenas mais uma teoria de conspiração dos rivais para tentar menosprezar a nossa liderança. Podem falar que a tabela nos favorece, mas saiba que, diferente de vocês corinthianos, nós flamenguistas não damos ouvidos para antis. Por isso que ninguém fala nada, não serão ouvidos mesmo rsrs.
      Mas, aqui pra nós, nem vocês levam isso a sério. Todos sabem que no final, todo mundo enfrentará todo mundo.

      • Eu levo muito a sério, especialmente por ser um observador atento do futebol há décadas. E “antis” é um termo cunhado pela nossa torcida (substantivação de um adjetivo), do qual vocês, sem nenhuma vergonha, querem se apropriar. Vocês não dão atenção porque tem a Flapress a vosso favor. Queria ver se sofressem o “bullying” que nós sofremos, aqui em São Paulo! Aliás, parem de querer ser Corinthians, meu! Até músicas nossas vocês têm copiado. É feio esse plágio. Vocês têm sua própria história…

  2. Querem derrubar Jair. Não resta dúvida!

  3. Vamos ter uma ideia do que vai acontecer no BR, só depois da Copa. Os times terão pela frente, uma pré-temporada praticamente. Pra quem disputa três competições, as coisas tendem a ficar mais difíceis.

    • Se vier o desmanche anunciado, principalmente de jogadores técnicos e que exercem liderança sobre o elenco, como Jádson e Balbo, as coisas serão difíceis, pra nós. Não que devamos reclamar, pois temos sido os maiores vencedores do futebol brasileiro, neste milênio. Mas o que realmente preocupa é a situação financeira do Clube e os “esquemas” do grupinho Renovação e Transparência – tenho minhas dúvidas se o Carille sairia se não fosse o Andrés o presidente…

  4. Acho que é mais provável o lanterna Paraná ser campeão brasileiro que o Flamengo ser rebaixado, rsrs. Não há como comparar o Flamengo com o Santa Cruz né?
    E a torcida tem todo o direito de comemorar a liderança SIM, pode zuar os rivais SIM. Quem não pode ir no embalo da torcida são os jogadores e a comissão técnica, que precisam encarar cada jogo como uma decisão, com seriedade e ter ciência da preparação que o Campeonato exige.

  5. A CBF, conseguiu a proeza de desvalorizar seu principal campeonato. Hoje a impressão que da é que a CB tem mais importância que o BR. Primeiro semestre: CB E estaduais. Segundo semestre: Libertadores / Sul-Americana e BR.

  6. Acho que dependerá da janela de agosto, muitos jogadores sairão, ao Alexandre-Fla , vcs poderão ficar sem o Vinicios Junior que fará 18 anos e já pertence ao Real Madri.O Corinthians só caiu porque venderam o Willians na janela de agosto, era o único que fazia os gols.Muitos times perdem vários jogadres e perdem o rumo, outros se reforçam e dá um salto na tabela, ainda é prematuro fazer previsões, a partir de Setembro teremos uma noção, quando os times ficarão com o mesmo elenco até o final do campeonato.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare