No blog do Milton Neves – O Santos, depois de uma pequena novelinha, confirmou a contratação do goleiro Everson, do Ceará. Jorge Sampaoli, treinador do Peixe, é um daqueles que considera importante o goleiro ser habilidoso com a bola nos pés, e este é um quesito que Vanderlei (segundo ele), deixa a desejar. Mas, será mesmo que é tão importante assim um goleiro sair driblando, fazendo passes e até gols? Se goleiro deve mesmo saber jogar tão bem com os pés, daqui a pouco vão “inventar” que a turma da “linha” precisa jogar com as mãos e os braços…
A partir de agora, vamos repercutir aqui os muitos colunistas esportivos do Pais e do exterior. Invariavelmente darei a minha opinião, usando essa caneca de “Curti” ou “Não curti”. Estou começando com esse artigo do meu amigo Miltão, que acertou em cheio ao abordar essa polêmica de goleiros que sabem ou não sabem sair jogando. Jorge Sampaoli está delirando um pouco, na minha opinião. Goleiro é goleiro, amigo.

2 Comentarios

  1. Claro, ajuda na reposição de bolas e a não tomar drible do atacante. Bater falta/pênalti é obrigação de jogador de linha. O goleiro que se mete a isso é só por vaidade. Mas, a prioridade é saber jogar com as mãos.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare