Matéria do Globoesporte.com (por Marcelo Remigio)

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) provocou reações negativas na rede ao questionar por meio de sua conta no Twitter as iniciativas do clube Fluminense em homenagem ao Dia do Orgulho LGBTQIA+. O filho do presidente Jair Bolsonaro, em tom de ironia, afirmou que o Tricolor carioca era um “time de TodXs”.

“Não precisa disso, já sabemos que o @FluminenseFC é um time de TodXs”, escreveu o parlamentar na postagem. A expressão “TodXs” é usada por grupos LGBTQIA+.

A reação à publicação, em especial dos torcedores do clube, foi imediata. O deputado recebeu críticas, mas insistiu nas ironias:

“Todos sabemos que há tempos o Fluminense luta contra a LGBTQYZfobia. Mas se nós somos contra, poderia mencionar quais direitos o Presidente por decreto, ou eu por lei, relegamos aos homossexuais ou privilegiamos héteros”, postou em sua conta.

As publicações contrárias às do filho do presidente Bolsonaro cobraram respeito aos grupos LGBTQIA+ e ressaltaram o combate à intolerância feito, há anos, pelo Fluminense. Ainda criticaram a atuação do deputado no Congresso e o chamaram de “Bananinha”, repetindo um termo já utilizado pelo vice-presidente, Hamilton Mourão, para se referir ao parlamentar.

O Fluminense decidiu reservar a camisa de número 24 para o capitão da equipe, além de uma braçadeira colorida (outro símbolo LGBTQIA+), no jogo deste domingo contra o Corinthians.

2 Comentarios

  1. Não deem palco pra esses escroques. Ele só faz isso pra chamar comentários e holofotes.

  2. Eduardo “Dudu Bananinha” Bolsonaro é o filho mais burro e insignificante de Jair Bolsonaro. Como o governo de seu pai está enrolado até o pescoço com denúncia de prevaricação, o idiota tenta distrair parte da sociedade com deboches. Trabalhar que é bom, nada.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare