Uma atmosfera completamente diferente nesse jogo do Brasil contra o Equador. 

> Ameaça de rebelião contra a Copa América;

> O técnico Tite em vis de pedir demissão;

> O presidente da CBF acusado de assédio sexual.

É pouco ou quer mais?

Impossível manter a tranquilidade num ambiente como este. O time sentiu e teve muitas dificuldades de desenvolver um bom futebol, especialmente no primeiro tempo.

Mas aos poucos as coisas foram se encaixando. Neymar começou a aparecer mais e as mexidas feitas por Tite foram importantes. O nosso sempre precavido treinador, talvez pelo fato de estar com os dias contados no cargo, resolveu tirar o volante Fred e botar mais um atacante. Entrou Gabriel Jesus, que juntou-se a Gabigol, Richarlison, Neymar. Nunca tinha visto o Brasil de Tite com 4 atacantes.

Neymar deu assistência para Richarlison marcar; mas perdeu um pênalti com uma cobrança bisonha. Deu sorte que o juizão, avisado pelo VAR, mandou bater de novo e ele converteu.

Brasil 100% nas Eliminatórias, líder com 15 pontos, mas tudo indica que os próximos capítulos dessa novela da Copa América serão emocionantes. 

Aguardemos.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare